PÓS-IMPRESSIONISMO

A expressão Pós-Impressionismo foi usada para designar a pintura que se desenvolveu de 1886 até o surgimento do Cubismo, entre 1907 e 1908. Ela abrange pintores de tendências vanguardistas, que reagiram contra algumas características do impressionismo e do neo-impressionismo, como Gauguin, Cézanne, Van Gogh, Toulouse-Lautrec e Seurat, que apenas no inicio de suas carreiras identificaram-se com o Impressionismo.

Como características desse novo movimento, procuraram novos estilos, com novos conceitos e  formas: Cézanne, geometriza as formas da natureza e aplica as cores limpas e simples, mas bem determinadas; Van Gogh, aplica as cores com textura espessa e espatulada para transmitir emoção, procura subjetividade e humanismo na obra; Gauguin, trabalha com as cores puras, fortes, sem claro/escuro, e as formas são bidimensionais, sem perspectiva.